terça-feira, 15 de agosto de 2017

A OUTRA CARA DAS FESTAS - por GILBERTO SCARPA


LINK PARA A ADQUIRIR O LIVRO NA AMAZON:




ALGUMAS COISAS QUE PRECISAM SER DITAS SOBRE O AUTOR.

Cedendo a um desejo pessoal e incomensurável de partilhar com você, meu leitor, uma tremenda admiração que me foi despertada pela história de vida desta ilustre figura, de que trato sobre a sua obra nesta matéria, resolvi explanar os motivos para tal admiração, contando-lhes (do pouco que sei) sobre a história pessoal de DON SCARPA, para que você possa compreender a dimensão do que ele realizou, pois esta dimensão, a meu ver,  vai muito além dele simplesmente ter promovido festas grandiosas e escrito sobre elas, o que já seria um belíssimo legado para qualquer cidadão, mas que se torna um feito ainda mais admirável se observarmos com um olhar mais atento a sua trajetória de vida e nos ariscarmos a interpretar sua verdadeira motivação ao longo desse caminho.
Não direi nada aqui que vocês não possam vir a conhecer com integridade folhando as páginas do livro “A OUTRA CARA DAS FESTAS”, neste texto espero transmitir apenas o meu ponto de vista pessoal acerca do autor. Então vamos as minhas considerações:

O que torna DON SCARPA alguém tão admirável para mim, começa pelo fato dele ter conquistado a fortuna, (com a qual pagou por toda a pompa e circunstancia das suas festas) pelo seu próprio mérito, com o seu trabalho aliado a uma extrema inteligência ele conquistou tudo o que quis e provou a sua nobreza, que, além de estar em seu DNA, também coexiste em seu espírito. Temos nele o grande exemplo de um vencedor, não por predestinação, uma vez que este pré-destino lhe foi negado (pelo que eu acredito ter sido uma grande injustiça), mas por determinação pessoal de alguém que decidiu provar o seu valor e sobrepujar aqueles que um dia passaram por cima do seu direito natural, que seria ter recebido tudo de mãos beijadas pela sua ascendência.
Outra questão que vale a pena ressaltar a respeito de DON SCARPA, é que, mesmo ele tendo conhecido o verdadeiro valor do dinheiro, no que se refere ao trabalho que se tem para ganha-lo, ele não o colocou acima do valor da vida e o utilizou para gozá-la intensamente ao realizar os seus sonhos mais surreais, ele viveu como poucos vivem a mágica alegria de viver e isso, independente de qualquer outra característica pessoal do nosso autor em questão  já o coloca em vantagem diante de tantos que se tornam escravos dos bens materiais e vivem somente para juntá-lo, jamais para vivê-lo.
Não vou me prolongar muito, posto que o meu conhecimento sobre vida do autor é genérico e nada mais poderia dizer sem grande margem de erro, no entanto, tais considerações feitas aqui, baseiam nos aspectos mais importante a que pude verificar sobre este grande homem chamado “GILBERTO SCARPA”.



"É preferível ser dono de uma moeda, do que escravo de duas." (Antigo provérbio grego, utilizado pelo autor como filosofia) 

SOBRE O AUTOR

De ascendência italiana, neto de Francisco Scarpa I, natural de Gói, avô paterno e José Balsamo, natural de Palermo, avô materno, Gilberto Balsamo Scarpa, nasceu na cidade de Sorocaba – SP No dia 7 de novembro de 1938. Filho primogênito de Carmino Scarpa e Carmina Balsamo Scarpa.
Em 1955, aos dezessete anos, Gilberto Scarpa mudou-se para São Paulo para iniciar a sua vida profissional na empresa dos primos Chico e Nicolau Scarpa.
Em 1959, aos 21 anos, transferiu-se para o Rio de Janeiro, onde ocupou o cargo de Chefe de vendas na Caracu – Rio.
Competente, visionário, aos 23 anos assumiu a diretoria geral da Filial – Rio.
Em 1963, casou-se com Nilza Maria Pary e, desta união, nasceram Roberta, Katia e Lisa, que lhe deu dois netos: Gabriela e Enrique.
Em 1966, entrou em negociações com Manuel Vinhas, proprietário da Skol e, em 1967, concluídas as negociações, a Caracu foi vendida para a Skol pela cifra de 50 Milhões de dólares.
Gilberto Scarpa mantinha importantes contatos como Roberto MarinhoGlobo, Hubert Greeg, Brahma, contatos esses de grande relevância na sua trajetória profissional. Ainda em 1967, desligou-se da Caracu e foi para a Brahma onde teve Revendas em CampinasSanta Barbara, Rio e uma ''franchise'' na cidade de Paulínia . Assim ficou sendo o número 1 da Brahma.
Na década de 80, casou-se pela segunda vez com Henriqueta Maria de Magalhaes e tiveram dois filhos: Gilberto Scarpa Filho e Carmina Scarpa.
Em 1985 um amor a primeira vista: Punta del Este. Inicialmente hospedou-se no Hotel San Rafael, suite Presidencial, que meses antes lá esteve o Rei Juan Carlos da Espanha e, no ano seguinte alugou a famosa casa no Bairro do Golf, La Dalmacia.
Em 1988, vendeu os direitos de franchise e revendas Brahma.
Trouxe para o Brasil as famosas garrafas PET de dois litros para a Coca Cola.
Também em 1988, comprou e ampliou o que seria a famosa casa Pinduca onde, durante anos seguidos, Gilberto e a família desfrutariam Punta del Este, durante os três meses de verão e nas férias de Julho.
Em 1993, após uma comemoração nos jardins da Pinduca, Gilberto e os seus ilustres convidados, entre eles, o rei Pelé, seguiram para o cassino Nogaró juntamente com a bateria de uma escola de samba, mulatas, confete, serpentinas, e eis que o inimaginável aconteceu: O jogo foi interrompido e os frequentadores e empregados do cassino se renderam ao samba até o dia clarear. Ciro Batelli, famoso homem de Las Vegas, presente no cassino, comentou: " Estou incrédulo, fato jamais visto no mundo todo ".
Em 1994 foi realizada a primeira grande festa: Las mil y una noche, nunca dantes Punta del Este houvera conhecido tamanha repercussão em todas as mídias.
Em 1995 encantou a todos os convidados com a festa Uma noite tropical.
Em 1996, eis que todas as expectativas foram superadas com a festa mundialmente conhecida como Noche de los sueños, em 20 de janeiro e que contou com uma orquestra de 120 músicos, sob a batuta do grande Maestro e amigo pessoal de Gilberto, Mariano Mores.
Também contou com a presença das atrizes Catherine DeneuveGina Lollobrigida, celebridades de várias partes do mundo.
Amanheceu o dia 21 de janeiro e Gilberto Scarpa ainda dançava junto aos convidados.
Aquela memorável noite, ficou registrada no livro escrito por Gilberto, A outra cara das festas, publicado em português e espanhol e que vendeu 125.000 exemplares.
Fonte: Wikipédia.



A VIDA E A OBRA DE DON SCARPA SERÁ TEMA DE UMA SÉRIE EM 30 CAPÍTULOS GRAVADA EM MIAMI:

Don Scarpa - A Série 

Don Scarpa a série em 30 capítulos conta a trajetória de vida do grande empresário e visionário Gilberto Balsamo Scarpa, seus negócios, sua família, seus amores e o melhor suas majestosas festas com seus bastidores .
Dentre gêneros Don Scarpa é uma série de aventura, com um tom cômico e biográfico!
Em breve





SOBRE A OBRA "A OUTRA CARA DAS FESTAS".


LINK PARA ADQUIRIR O OBRA:



RECORTES DE ALGUNS JORNAIS QUE COBRIRAM O EVENTO NA ÉPOCA.

O evento reuniu mais de 30 celebridades internacionais, entre elas Catherine Beauvoir











 SOBRE A DESCENDÊNCIA DO AUTOR:

“Gilberto Scarpa” é primo de 2° Grau (por parte de pai) do Conde “Chiquinho Scarpa”,
Porém, a família Scarpa teve seu momento de divisão entre a parte italiana, e a parte Brasileira dela, com o advento da morte de seu avô Francisco Scarpa em 1918:



Em resumo: FRANCISCO SCARPA teve seu primeiro filho “NICOLA” na Itália, com uma mulher conhecida apenas como "ROSA, FILHA DE GIUZZEPPE". Ele então veio para o Brasil, trazendo apenas o filho, e aqui conheceu “MARIA ANGÉLICA” com quem teve quatro filhos, entre eles “CARMINO” pai de "GILBERTO SCARPA".
Quando “FRANCISCO SCARPA” faleceu, deixou NICOLA (primeiro filho que teve na Itália, já adulto)  sua viúva, dona “MARIA ANGÉLICA”, e seus quatro filhos pequenos que teve com ela, entre eles “CARMINO”, pai de “GILBERTO”. Observando a certidão de óbito acima, é fácil constatar isso na inscrição que diz: Deixando filhos e bens á inventar. Entre esses bens a serem inventados, FRANCISCO SCARPA havia deixado um seguro de vida no valor de 10 mil contos de reis, para a viúva "dona Maria Angélica".
É ai que começa a divisão da família de que falei. Por ser já adulto,“NICOLA” assumiu toda a herança de “FRANCISCO” e foi embora para São Paulo, onde aumentou a fortuna do pai e construiu sua família, porém a viúva, dona “MARIA ANGÉLICA”, não recebeu a parte da herança que lhe era devida e ficou sozinha para criar quatro filhos pequenos. 
Dos quatro filhos de dona “MARIA ANGÉLICA”, CARMINO” (irmão de NICOLA por parte de pai) teve “GILBERTO SCARPA” o nosso “DON SCARPA”, que apesar de ter crescido em uma família de poucos recursos financeiros, (graças a trapaça do meio irmão de seu pai) conquistou a própria fortuna com muito trabalho e talento, seu sucesso então foi coroado na grande festa que marcou a história do Uruguai e ficou conhecida como “NOCHE DE LOS SUENÕS".


TERMINO ESTA MATÉRIA DEIXANDO PARA VOCÊS ALGUNS VÍDEOS DA FESTA MAIS FAMOSA DOS ANOS 90, QUE É OBJETO DA OBRA APRESENTADA  NESTE POST, E QUE FICOU CONHECIDA COMO. Noche de Los Sueños
VOCÊ PODERÁ ENCONTRAR TODOS OS 6 VÍDEOS DA FESTA NO YOUTUBE.